Praça José Montaury em 1928. Correio do Povo, 30/12/1928. Hemeroteca do AHMMV.

A praça esportiva José Montaury

Os avanços científicos do século XIX já haviam deixado clara a necessidade de exercitar não só a mente, mas também o corpo. Fazer ginástica, praticar esportes era considerada uma medida de higiene na rotina, e o movimento era encorajado de diversas formas. Fosse nas regatas no Guaíba ou nos veraneios na zona sul, a cidade também ia se tornando palco da prática esportiva.

Nesta pequena reportagem no Correio do Povo de 30/12/1928, anunciava-se uma obra de ajardinamento especialmente equipada para a prática de esportes: a praça Dr. Montaury[1], ou José Montaury, no bairro Moinhos de Vento. Situada em frente à Hidráulica Municipal, a praça teria quadras esportivas separadas para homens e mulheres (!), contaria com creche e ginástica matinal para idosos, além de chuveiros e outros equipamentos destinados a garantir que todos se exercitassem.

Local da praça José Montaury (em amarelo) no mapa de Porto Alegre em 1916, mapoteca do IHGRGS.
Local da praça José Montaury (em amarelo) no mapa de Porto Alegre em 1916, mapoteca do IHGRGS.
Local da praça José Montaury na fotografia de satélite de Porto Alegre (Google Earth).
Local da praça José Montaury na fotografia de satélite de Porto Alegre (Google Earth).

Mais tarde, a Rádio Sociedade Gaúcha, atual Rádio Gaúcha, instala sua sede nesta mesma praça. Segundo Luiz Artur Ferrareto[2],

“[…] a nova sede da Rádio Sociedade Gaúcha torna-se uma referência graças à torre inaugurada em 23 de julho de 1932, que passa a servir de suporte para a antena transmissora. Com 50 metros de altura e construída com madeira de ipê tratada para evitar apodrecimento, a estrutura destaca-se no horizonte. A distância, lembra vagamente a Torre Eiffel, de Paris, e, por este motivo, passa a ser considerada uma espécie de cartão-postal de Porto Alegre.”

A antena da Rádio Sociedade Gaúcha na Praça José Montary na década de 1930.
A antena da Rádio Sociedade Gaúcha na Praça José Montary na década de 1930. In: FERRARETO, 2002, p. 84.

Assim, duas marcas da modernidade se encontram no mesmo espaço da cidade: a prática de esportes e o rádio.

“Os jardins de recreio da Cidade[3]

O que será a praça de desportos ‘Dr. Montaury’ a ser inaugurada em breve

Nella, meninos e meninas terão suas secções a parte

Noticiamos, ha dias que a Municipalidade estava mandando construir mais um jardim de recreio, em um vasto terreno da rua Moinhos de Vento[4] emfrente da Hydraulica Municipal e que dá também para a rua Mostardeiro.

Praça José Montaury em 1928. Correio do Povo, 30/12/1928. Hemeroteca do AHMMV.
“Um dos aspectos da praça de recreio José Montaury”. Correio do Povo, 30/12/1928. Hemeroteca do AHMMV.

O novo centro desportivo pela adaptação feita ficará sendo um os principaes da capital, não só pela sua localização em um posto pittoresco, como pela sua completa apparelhagem moderna.

Dividir-se-á em secções masculina e feminina, tendo cada uma dellas pavilhões, canchas e apparelhos gymnasticos. Tambem, como os outros jardins este terá uma parte destinada a um jardim de infancia.

Este, como dissemos, localisado na zona da Independencia e Moinhos de Vento virá proporcionar uma recreação sadia aos jovens dessa parte da cidade.

Nas suas tres canchas de tennis, basket-ball, volley-ball, base-ball, chuveiros e demais installações encontração todoso sufficiente com que occupar-se.

Todas as idades receberão os cuidados do director do jardim.

Pela manhã, das 6 ás 7.30 horas haverá um grupo de senhores de idade, que terão opportunidade de fazer os seus exercícios physicos.

Das 8 às 11 horas, debaixo da direção de competente professora, funccionará um Jardim de Infancia, para as creanças, menores de 12 annos. Á tarde, das 3 ás 6 horas, os escolares, livres de suas tarefas, encontram no jardim aberto para os seus folguedos e exercícios.

Com o encerramento do commercio oe apparelhamento do Jardim é entregue aos que até esta hora trabalham.

Desta forma um Jardim de Recreio quando bem administrado torna-se um benefício público por excellencia.”

Autoria desconhecida.

Praça José Montaury. Correio do Povo, 30/12/1928. Hemeroteca do AHMMV.
“Os jardins de recreio da cidade”. Correio do Povo, 30/12/1928. Hemeroteca do AHMMV.

Referências:

[1] Em homenagem a José Montaury de Aguiar Leitão, prefeito de Porto Alegre entre 1897 e 1924. Atualmente, nesse local encontra-se o Clube Tenístico José Montaury.

[2] FERRARETO, Luiz Artur. Rádio no Rio Grande do Sul (anos 20, 30 e 40): dos pioneiros às emissoras comerciais. Canoas: Ed. Da ULBRA, 2002. P. 83.

[3] Correio do Povo, 30/12/1928. Hemeroteca do AHMMV. A grafia original foi mantida.

[4] Atual avenida Independência.

Deixe uma resposta